Aguarde estamos carregando o maior site especializado em Flamengo
  1. Flapress

Calendário do Flamengo: CBF é criticada por intervalo curto entre jogos

Por Redação Flapress em 21/06/2024 00:20

Críticas ao Calendário Apertado

O Flamengo e seu técnico, Tite, manifestaram duras críticas ao calendário do Campeonato Brasileiro, elaborado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A reclamação se concentra no curto intervalo entre as partidas, que tem colocado em risco a saúde dos atletas.

Na coletiva de imprensa após a vitória sobre o Bahia, Tite direcionou sua insatisfação ao diretor de competições da CBF, Julio Avellar. "Julio Avellar, responsável pelo calendário, cuide direitinho na sua atividade da organização e de tempo de descanso", afirmou o técnico. "Tem atletas, pessoas, seres humanos, que daqui a pouco com menos de 72h vai estourar lesão, joelho, tornozelo. Prejudica todo o clube, a campanha, o atleta individualmente. Cuidado! Cuidado com a tua atividade. Faça as coisas corretas".

O gerente de futebol do Flamengo, Luiz Carlos Azevedo, também apoiou as críticas de Tite. "É para endossar ainda mais a palavra do professor Tite e da nossa comissão", disse Azevedo. "São 11 jogos que vamos ter desequilíbrio dos selecionáveis. Isso acarreta atletas expostos, correndo risco de lesão".

Intervalo Insuficiente

De acordo com o regulamento de competições da CBF, o intervalo mínimo entre as partidas deve ser de 66 horas. No entanto, o Flamengo tem enfrentado um calendário apertado, com jogos sendo disputados com menos de 66 horas de intervalo.

Na semana passada, o Flamengo enfrentou o Grêmio na quinta-feira e o Athletico no domingo. Agora, a equipe terá que enfrentar o Fluminense no domingo, com menos de 66 horas de descanso após o jogo contra o Bahia. Este cenário preocupa a comissão técnica e a diretoria do clube, que temem lesões e prejuízos à campanha do time.

Prejuízos ao Flamengo

O Flamengo alega ser a equipe mais prejudicada pelo calendário apertado, pois tem acumulado desfalques devido à convocação de atletas para a Seleção Brasileira e a Copa América. A diretoria do clube pede mais atenção e cuidado com os atletas, para evitar prejuízos à isonomia do campeonato.

Apesar de uma tentativa liderada pelo Flamengo para alterar o calendário do Brasileirão e reduzir o impacto da Copa América, a CBF não aceitou o pleito, mesmo com o apoio de 12 clubes. O Flamengo segue criticando a entidade pela falta de atenção à saúde dos atletas e ao equilíbrio da competição.

AVALIE ESTA NOTÍCIA

Comentários:
Ranking Membros em destaque
Rank Nome pontos